Existe espiritualidade verdadeira?

Espiritualidade tem a ver com a busca pelo significado da vida. É todo o caminho sensível que o indivíduo percorre para compreender as sutilezas que percebe ao seu redor. Dificilmente poderemos distinguir uma verdadeira ou uma falsa espiritualidade, já que essas questões são bastante intimas.

Podemos nos aventurar em especular que uma honesta espiritualidade nada tem a ver com religião (mesmo que isso seja ou não importante a você), mas sim com a tentativa de buscar de uma maneira mais racional possível a compreensão das inquietudes, das perguntas e das propostas que acontecem ao nosso redor, algumas com e outras sem nosso controle.

Carinhosamente, todo o indivíduo pode se observar, sem as defensivas das certezas impostas pela ignorância de viver fixo, num mundo em constante mudanças. Espiritualidade tem um quê de questionadora, pois tenta observar e até reproduzir as sensações sutis das quais experenciamos pelas auras das emoções particulares.

Ser um indivíduo espiritual não está ligado com quantas pessoas sabem disso sobre você, mas quantas respostas você obteve hoje, sobre as perguntas que ontem te inquietaram.

A espiritualidade é um caminho particular que conecta cada indivíduo com seu Deus particular. Indiferente do nome que você dá a sua entidade particular (Mente, Deus, Jeová, JHVH, Buda, Alah, Orixá, Ser Eterno, Grande Mãe, Natureza e etc), todos esses recebem suas perguntas como preces e te responde na sua própria voz, dentro do seu próprio espírito, aqui, consciência.

Logo, a espiritualidade também é o nível de consciência que você tem sobre as respostas sutis dispostas ao seu redor, depois de cada pergunta feita sobre si, sobre o outro e sobre a vida.

Deixe um comentário

Não se preocupe! Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *