Qual é o sistema da Ordem dos Cainitas (Ordës mÿ Kâæz)?

Sobre a Filosofia Cainita 0 replies 23 views
Exor 6 meses

A Ordës mÿ Kâæz (Ordem dos Cainitas) utiliza da técnica esotérica iniciática tradicional (observando a diferença entre os termos 'esotérico' e 'exotérico') para auxiliar na visualização do trajeto do pupilo em relação ao seu desenvolvimento utilizando as ferramentas da Filosofia Ancestral Cainita.

Nesse contexto, permanece, então, o sistema de NOMES INICIÁTICOS no pós-iniciação. Todos os Ritos e Cerimônias que caracterizam esse 'divisor de águas', além das Palavras Secretas e reconhecimentos através de códigos.

A Ordem de Kâæz permanece ofertando a oportunidade de adentrar a seus mais profundos mistérios a partir de suas genuínas ferramentas, tais como:

  • Calendário próprio contendo 14 meses, cujo ano atual é de 3554;
  • Idioma ritualístico denominado Âlæfÿr;
  • Panteão conhecido como Fraternidade Eterna e, embora não seja uma religião e não tenha a pretensão de tomar o lugar de fé de seus membros, a Ordem observa a mitologia para auxiliar na compreensão de seus mistérios;
  • Ritos e Cerimônias unicamente ligados à linha cainita.
  • Livro da Lei para Ordenados e Livro de Regras (VAMECULA) para os não nascidos em berço da tradição, ofertando a oportunidade de serem reconhecidos como Popvlos (Povos de Enoque: Termo que designa-se aos que tiveram acesso aos mistérios profundos e excelentes, através da Unção Cainita, no pós-iniciação. );
  • Rito de Iniciação Complexo e particular;
  • Pirâmide de Graus de acordo com o vínculo do membro para com a Ordem;
  • Mais de 200 livros/livretos sobre a Filosofia Cainita;
  • Sigilos e saudações íntimas dos cainitas;
  • Hinos tradicionais da Ordem;
  • Base de pensamento oriundo da união da Ciência, Fâtâ (Princípio Mistérico) e Religião com o intuito de sondar a Verdade buscada por seus membros;
  • Festividades tradicionais;
  • Fomentação do livre pensamento e da ausência do dogmatismo;
  • Ostentação da Fraternidade, Justiça e Respeito;
  • Departamentos de Regulamentação, Coordenação, Acadêmicos, Ritualísticos, Cerimoniais, Zeladores das Leis e de validação territorial;
  • Disciplinas de desenvolvimento espirito-mistérico tais como: Neuromagia, Herbologia, Atrium e Espiritualidade, Animagia, Angelologia, Alquimia Edo-Enoquiana, Trato do idioma ritualístico, aperfeiçoamento pessoal/profissional, Inteligência Emocional e Filosofia.

Os membros conhecidos como Órfãos (refere-se àqueles que não estão ligados à Ordem de Kâæz), necessitam vincular-se através de uma Escola/Academia oficializada pela Caimária do Brasil, para que, compreendendo sua Filosofia, possa então, optar por aplica-la como estilo de vida, prestando-se a Iniciação, caso seja de sua íntima, livre e espontânea vontade.

            Somente os de familiar já Iniciado na Ordem de Kâæz, podem ignorar seu relacionamento com uma das Escolas Cainitas, se caso, esteja recebendo as orientações devidas e seu aprendizado através deste membro da família que tenha caráter e posição de Mentor da Ordem.

            Todos os demais estão sob a obrigatoriedade de somente ser convidado a Iniciação, quando concluído seu Curso de Filosofia Ancestral Cainita (2 cursos) e Filosofia Especulativa Mistérica (2 cursos), sendo então, em sua totalidade, aprendiz dos 4 níveis, denominados 4 Colunas dos Céus.

Forgot Password?
Don't have an account? Sign up